sexta-feira, 6 de março de 2009

James: Blunt ou Blue?


Outro dia vi casais dançando coladinhos ao som de “Carry You Home” e fiquei sem entender nada. Para quem faz das canções do James Blunt trilha sonora de seus romances, sem compreender as letras, aí vai uma reflexão: no dia em que esse cara começar a tomar anti-depressivos, ele pára de produzir.
E, devo admitir, todas as músicas dele são extremamente melodiosas, gostosas de se ouvir. Gosto de todas e me odeio por isso hehehehehehe. É quando tento me ausentar das letras. É o único jeito de me odiar menos.
Cara, é um tal de se apaixonar por musas inalcançáveis, crianças morrendo, afff.... Faz muito tempo que eu não choro, mas outro dia meus olhos chegaram a umedecer quando ouvi “If she had wings she would fly away”... Putz... É de cortar os pulsos, ou os punhos, como me corrigiria o Roberto, professor de educação física e, pelo visto, especialista em anatomia. Mas essa é outra história para um outro post.

Um comentário:

Ana Carolina disse...

ai amigo me desculpa mas eu não gosto do james nem um pouco. acho a voz dele o "O". Beijokas