quarta-feira, 15 de abril de 2009

Ela



Ela demorou. Nossa, como demorou.
Resolveu pintar o cabelo e fazer um penteado.
Fez as unhas – das mãos e dos pés.
Limpeza de pele.
Tomou uma ducha bem demorada.
Em algumas partes do corpo usou sabonete.
Noutras, um gel de banho com perfume de rosas.
Colocou a calcinha vermelha que comprara no dia anterior.
Passou quinze minutos a se olhar no espelho.
Passou creme em todo o corpo.
Batom nos lábios.
Delineador nos olhos.
Colocou o vestido curtinho de seda vermelho.
Salto alto.
Mais cinco minutos a se olhar no espelho.
Duas borrifadas do melhor perfume.
Salto alto.
Um retoque no cabelo.
E, finalmente, saiu para encontrar seu príncipe.
Ele só queria abraçá-la, beijá-la, amá-la
De frente, de quatro, de lado.
Ah, aquele penteado estava com os minutos contados.

3 comentários:

Ana Carolina disse...

acho que é por isso que eu não compartilho desse ódio com os meus colegas. estou sempre com o trabalho em dia, antonio. eu me concentro em produzir o que tenho que produzir. minha chefe pode me chamar a qualquer hora, que está tudo bem. e não sou de ficar fazendo amiguinhos no trabalho também não. empresa é lugar pra se trabalhar e não pra se fazer amizades. estou de super acordo. beijo. adorei o texto

Ana Carolina disse...

ha ha ha ha... Ela deve ser minah irmã gêmea!

Jota disse...

Mulher é tudo complicada assim. vai entender